Casal cria paródia para aumentar venda de aipim em Campos

Foto: Arquivo pessoal

O desemprego que já era uma realidade vivida por muitos brasileiros, se agravou depois que a pandemia do novo coronavírus chegou ao Brasil e o número de desempregados chegou a 12,3 milhões. Os jovens campistas recém-casados Luana Oliveira, de 18 anos, e Fabrício Ricardo Oliveira, de 22, também passaram por essa situação e buscaram na venda de aipim, uma maneira de se manter durante este período. Fabrício criou uma paródia para atrair mais clientes.

“É mais um dia de luta, vamos trabalhar com o objetivo de somar. A Luana do Fabrício é muito boa, com uma mão corta o aipim e pesa com a outra. Esse aipim é muito gostoso e também é molhinho demais. Cliente comprou só um quilo, já é certinho de voltar para comprar mais…”, diz a música

Segundo Luana, eles passaram a vender aipim tem apenas um mês “Eu trabalhava como salgadeira e ele para um projeto. Ficamos desempregados e essa pandemia afetou toda a nossa estrutura. Estamos casados há 4 meses e precisamos pagar o parcelamento da nossa casa, fora a alimentação e outras contas. Só tínhamos essa opção em mente” explicou.

O casal trabalha na Avenida José Carlos Pereira Pinto, em Guarus, ao lado de uma empresa de ônibus, normalmente das 8h às 18 h.

Confira a paródia no vídeo abaixo!

Redação
Redação Administrator
O Milênio