Capela é alvo de vandalismo no Noroeste Fluminense

A foto mostra a porta que foi arrombada pelos criminosos #Pracegover - Foto: Divulgação/Diocese de Campos

Mais um templo religioso foi alvo de ação criminosa na Diocese de Campos. Desta vez, o furto aconteceu na Capela São Sebastião, no bairro Ferreira, na cidade de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense.

De acordo com o pároco Pe. Paulo Henriques Barreto, que esteve na capela, foram levados duas imagens de anjos, que ficavam ao lado do sacrário, que não estava sendo utilizado. Também foram levados o ostensório, uma âmbula e o cálice. Para ter acesso ao interior da capela, os criminosos arrombaram a porta lateral, que era reforçada, a suspeita é que utilizando um pé de cabra.

Em um vídeo postado nas redes sociais, o sacerdote falou do vandalismo e a importância da segurança do patrimônio histórico e religioso. “Nós pensamos sempre no Santíssimo Sacramento, para não vandalizar, porque para nós a comunidade é um território sagrado, um território de Deus. Peço aos católicos, caso alguém queira vender produtos do tipo denuncie. Pedimos ao poder público a ajudar a vigiar o que é do povo”, afirmou o Pe. Paulo Henriques.

O crime foi registrado na 136º Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua. Apenas em 2021 esta é a terceira capela no território diocesano que foi alvo da criminalidade. Em junho deste ano, o furto foi na localidade de Martins Laje, que fica próximo a BR-356, no trecho que liga as cidades de Campos à São João da Barra. Em fevereiro, a Capela de Santo Amaro, no distrito de Tocos, na Baixada Campista, teve as grades das janelas cerradas para que os invasores pudessem ter acesso ao interior do templo.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários