Capela é alvo de vandalismo no Noroeste Fluminense

A foto mostra a porta que foi arrombada pelos criminosos #Pracegover - Foto: Divulgação/Diocese de Campos

Mais um templo religioso foi alvo de ação criminosa na Diocese de Campos. Desta vez, o furto aconteceu na Capela São Sebastião, no bairro Ferreira, na cidade de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense.

De acordo com o pároco Pe. Paulo Henriques Barreto, que esteve na capela, foram levados duas imagens de anjos, que ficavam ao lado do sacrário, que não estava sendo utilizado. Também foram levados o ostensório, uma âmbula e o cálice. Para ter acesso ao interior da capela, os criminosos arrombaram a porta lateral, que era reforçada, a suspeita é que utilizando um pé de cabra.

Em um vídeo postado nas redes sociais, o sacerdote falou do vandalismo e a importância da segurança do patrimônio histórico e religioso. “Nós pensamos sempre no Santíssimo Sacramento, para não vandalizar, porque para nós a comunidade é um território sagrado, um território de Deus. Peço aos católicos, caso alguém queira vender produtos do tipo denuncie. Pedimos ao poder público a ajudar a vigiar o que é do povo”, afirmou o Pe. Paulo Henriques.

O crime foi registrado na 136º Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua. Apenas em 2021 esta é a terceira capela no território diocesano que foi alvo da criminalidade. Em junho deste ano, o furto foi na localidade de Martins Laje, que fica próximo a BR-356, no trecho que liga as cidades de Campos à São João da Barra. Em fevereiro, a Capela de Santo Amaro, no distrito de Tocos, na Baixada Campista, teve as grades das janelas cerradas para que os invasores pudessem ter acesso ao interior do templo.