Campos: promotor Marcelo Lessa segue internado, e família pede doações de sangue

A foto mostra o promotor fazendo um discurso com um microfone #Pracegover

O promotor de Justiça, Marcelo Lessa, continua internado em estado grave, na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Dr. Beda em Campos, e apresentou uma piora da força de contração do coração, segundo um boletim médico divulgado nesta terça-feira (10). Exames descartaram a Covid-19. Ele tomou a primeira dose da vacina contra a doença e tomará a segunda ainda neste mês. Preocupados, parentes do paciente pedem por doações de sangue nas redes sociais.

Marcelo está internado desde a última quinta-feira (5), quando deu entrada na unidade já com os pulmões comprometidos. Ele chegou a ter uma parada cardíaca, mas foi revertida pela equipe médica.

De acordo com o informativo, devido à piora, Lessa está recebendo remédio de Dobutamina venosa contínua e foi submetido a uma transfusão de sangue durante a madrugada. No boletim também foi informado que o paciente permanece em uso de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (Ecmo) e ventilação mecânica, com sedação contínua e uso de drogas vasopressoras. Na última segunda-feira (9), Marcelo passou por hemodiálise e teve iniciada dieta enteral, sem complicações. Nesta terça-feira (10), ele passará por nova sessão de hemodiálise. O promotor continua em vigilância contínua, mantendo quadro grave, com pressão arterial mais estável e melhores valores da oxigenação sanguínea, de acordo com o boletim.

Com relação à campanha de doação de sangue, os interessados em ajudar, devem comparecer no Núcleo de Medicina Transfusional, na Rua Visconde de Itaboraí, 402, no Parque Rosário, e comunicarem que a doação será feita em nome de Marcelo Lessa Bastos.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários