Campos: Ministério Público pede inelegibilidade de Dr. Bruno Calil

O motivo é que o político tem recebido apoio de um ex-comandante do 8º BPM, que estaria usando o cargo público para promover a campanha

Dr. Bruno é candidato à Prefeitura de Campos - Foto: Divulgação

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu em uma ação a inelegibilidade do candidato à Prefeitura de Campos, Dr. Bruno Calil (Solidariedade), e do vice, Pastor Éber Silva (DEM).

O motivo do pedido é que o ex-comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, Fabiano Santos, utilizou o cargo público para apoiar a candidatura do Dr. Bruno. De acordo com o MPE, o policial militar tem marcado presença em reuniões políticas e promovido a campanha de Calil.

Anteriormente, Fabiano tinha anunciado que era candidato à Prefeitura de Campos, mas desistiu. Ele também iria ser o vice de Caio Vianna (PDT), mas mudou de ideia.