Campos: médico é atropelado, tem perna amputada e precisa de doações de sangue

A imagem é uma montagem que mostra uma foto de perfil de Márcio, e que também mostra o Hospital Ferreira Machado, onde ele ficou internado #Pracegover - Foto: Arquivo pessoal/O Milênio

O médico Márcio Barreto Moreira ficou gravemente ferido ao ser atropelado por um carro na RJ-158, em Campos. Familiares e amigos da vítima iniciaram uma campanha de doação de sangue pelo doutor, que está internado no Hospital Ferreira Machado (HFM).

Segundo a família de Márcio, ele teve uma das pernas amputadas e também sofreu uma fratura na bacia. Os familiares disseram ainda que o atropelamento aconteceu no bairro Itereré, onde o médico seguia para um sítio. Ele precisou parar a caminhonete dele no acostamento. Quando retornava para o automóvel, acabou sendo surpreendido pelo carro.

Requisitos para doação de sangue

A doação de sangue deve ser realizada com intervalo mínimo de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres. Assim, é possível doar sangue até quatro vezes por ano para os homens e três para as mulheres. Os intervalos são diferentes devido à reposição dos estoques de ferro, que nas mulheres é mais demorada por conta das perdas durante os ciclos menstruais.

Pessoas saudáveis, com idade entre 16 e 60 anos, ou até 69 anos (caso tenham doado antes dos 60 anos de idade) e peso acima de 50 quilos podem doar sangue, bastando comparecer ao hemocentro munido de documento original com foto. Para doar, é necessário estar descansado e não ter praticado atividades físicas intensas pelo menos cinco horas antes. Em relação à alimentação, é preciso estar bem nutrido, com refeições leves e sem gordura nas 3 horas anteriores à doação de sangue.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários