Campos disponibiliza consultas oftalmológicas e vagas para cirurgia de catarata

A foto mostra profissionais realizando uma cirurgia de catarata #Pracegover - Imagem meramente ilustrativa

Desde o início deste ano, a Secretaria Municipal de Saúde de Campos, através da Diretoria de Auditoria, Controle e Avaliação (DACA), ofertou 42.884 procedimentos na área de oftalmologia, entre consultas, exames e cirurgias de catarata. Mensalmente, a secretaria disponibiliza 1.100 consultas e 200 vagas para a realização das cirurgias. No momento, segundo a diretora da DACA, Bruna Araújo, não há pacientes em fila de espera para essas demandas, considerando que as solicitações existentes são agendadas nas vagas disponíveis.

Bruna explicou que, para conseguir atendimento com oftalmologista e, se necessário, realizar a cirurgia, a pessoa precisa ir à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência para solicitar a consulta com o especialista. “Esse pedido é encaminhado pela UBS para o Núcleo de Controle e Avaliação, que agendará o atendimento e enviará uma mensagem via SMS ou WhatsApp para o paciente a fim de informá-lo o dia e horário da consulta de avaliação com o oftalmologista”, disse ela, que orienta às pessoas a salvar em seu telefone celular o número (22) 99775-1340 para que possa receber mensagem via WhatsApp do agendamento.

Constatada a necessidade da cirurgia, segundo Bruna, a pessoa receberá encaminhamento médico e deverá comparecer ao Núcleo, portando outros documentos, como cartão do SUS, comprovante de residência, carteira de identidade, CPF ou carteira de habilitação, para sua inserção em uma fila única, onde serão agendados exames de risco cirúrgico, como laboratorial e eletrocardiograma. Tanto os exames quanto a cirurgia são realizados no Hospital da Beneficência Portuguesa.

“Se, por alguma eventualidade, o paciente deixar de fazer algum exame ou perder alguma consulta, ele deverá retornar ao Núcleo para ser inserido novamente no sistema”, afirmou. O Núcleo de Controle e Avaliação fica na Rua Voluntários da Pátria, Centro, em frente ao prédio da Secretaria de Saúde.
Entre janeiro e agosto deste ano, do total de 42.884 procedimentos realizados, 29.545 foram exames; 11.224 consultas e 2.092 cirurgias. Bruna lembra que, em caso de urgência e emergência oftalmológica, a pessoa deve procurar o Hospital Ferreira Machado (HFM), que realizou neste ano, 2.690 atendimentos.

A professora aposentada, Maria das Dores Alves Giró Barreto, 63 anos, foi uma das pacientes beneficiadas com a cirurgia de catarata. Com miopia desde a infância, ela contou que primeiro fez o procedimento no olho esquerdo e depois no direito. “Enxergo tudo. Não uso óculos nem para dirigir”, afirmou

Redação Administrator
O Milênio

Comentários