Campos: Catedral fica lotada durante Missa Solene do Santíssimo Salvador

A missa foi celebrada por Dom Roberto Francisco.

Foto: Antônio Filho/Pascom Diocese

Fiéis compareceram em grande número na Igreja Catedral, no Centro de Campos, nesta terça-feira (6) para acompanhar a Santa Missa Solene do Santíssimo Salvador, que foi celebrada por Dom Roberto Francisco. O santuário ficou lotado durante o evento.

A missa foi concelebrada por padres diocesanos e religiosos. Autoridades políticas e de segurança estiveram presentes no evento. Histórias de fé e devoção marcam os campistas. Salvador Marques Filho festeja com alegria a tradição da família de fazer toda a decoração da igreja e do andor. Esse legado tem a marca de 100 anos e já faz 30 anos que assumiu essa tradição no lugar do pai Salvador Marques já falecido. A professora Gisele Gonçalves recorda das tradições que a festa perdeu ao longo dos tempos. Da festa que reunia famílias restam as celebrações e a procissão, que continua levando uma multidão com fé e devoção ao Santíssimo Salvador enchem a praça.

– A cada ano que passa as pessoas ficam mais tristes ao perceber como a Festa do Santíssimo Salvador vem mudando. A parte religiosa se permanece, porém, a igreja já não pode mais ficar aberta como antigamente. Não é como na época dos nossos avós, em que as pessoas esperavam pelas bandas musicais: Lira Apollo, Guarany e Operários Campistas, davam um tom especial na festa. As crianças brincavam soltas pelas barraquinhas e ficavam enlouquecidas pelo festival de doces campistas, além do passeio ciclístico e da regata. Seria possível ter uma festa assim novamente? Ou vamos deixar que as nossas tradições se percam, esperando, quem sabe, que um dia o poder público possa olhar para elas?.- destaca Gisele.

Quem não perde as celebrações é Nilcineia Caetano que todos os anos vêm do distrito de Barcelos, em São João da Barra, para a Missa solene e acompanha a procissão. Uma alegria de poder louvar ao Santíssimo Salvador. Ela vem acompanhada do jovem Rafael Gama, que aproveita para agradecer pelo sucesso no Curso Superior de Direito, em uma universidade particular.

– Não posso deixar de agradecer pelo sucesso. Hoje me orgulho de ser o mais requisitado estagiário com trabalho reconhecido por juizes e promotores. Uma graça por Deus me ter dado sabedoria e ser respeitado por autoridades de Judiciário Campista e ter projeção nacional com conquista de meu espaço em eventos realizados em outros estados. – salienta Rafael.

Já Nilcineia fala das graças alcançadas e vem agradecer ao Santíssimo Salvador. Um pouco debilitada, mas feliz por estar mais um ano na festa do padroeiro. Relata as inúmeras graças alcançadas pela família.

– Muitas graças. Em minha vida, da minha família. Nunca vou deixar de participar da missa solene e da procissão. Tudo que tenho é de agradecer as bênçãos e graças que venho recebendo e pedir que o Santíssimo Salvador continue derramando muitas graças na minha vida. – relata Nilcineia.

 

Redação
Redação Administrator
O Milênio