Caminhada de Santo Amaro: bispo de Campos abrirá percurso com Santa Missa em Donana

Foto: Pascom Diocese

Romeiros de várias partes do município e até de outras cidades irão participar na próxima terça-feira (14/01), da Caminhada de Santo Amaro, o padroeiro da Baixada Campista. O bispo diocesano de Campos, Dom Roberto Francisco Ferrerìa Paz, vai presidir a Santa Missa, que marca o início do percurso, no dia 14/01, às 19h, na Igreja de Santo Amaro, no bairro de Donana, que também festeja o padroeiro. A capela integra o “Circuito Religioso Caminho de Santo Amaro”, a festa já acontece há mais de 50 anos.

Para o bispo diocesano Dom Roberto, o caminho de Santo de Amaro é diferenciado, pois é realizado pela espiritualidade beneditina. “Este percurso integra a mística da conversão, da penitência, a paz com Deus e da reconciliação. É interessante que a diferença de outros caminhos visa um reencontro com a fé, com a Igreja. Todo caminho de alguma forma é de voltar para casa, para Deus, voltar para a prática de uma religião mais viva. Por isso, os caminhos que levam a Deus são abençoados. São trilhas espirituais, são mapas para o céu. Então quero abençoar a todos os romeiros de Santo Amaro, para que tenham uma experiência muito viva de reencontro pelo intermédio de Santo Amaro, com o Cristo o Santíssimo Salvador”, afirmou Dom Roberto.

Após a celebração Dom Roberto Francisco vai abençoar os romeiros durante o percurso, junto com os padres e diáconos da baixada campista, que estarão aspergindo os fiéis com água benta, em um posto montado pela Diocese de Campos, por meio do Colégio Eucarístico São Gonçalo, no distrito de Goitacazes. No local uma programação especial foi montada, a partir das 18h, como ponto de apoio aos romeiros da caminhada do “Circuito Religioso”. Será oferecido frutas, água, alongamento e aferição de pressão. Os padres da baixada campista, além dos diáconos também estarão presentes aspergindo os fiéis com água benta. Às 20h, o Pe. Gilson Motta, diretor do Colégio, vai presidir a Santa Missa na unidade.

De acordo com a prefeitura, ao todo, serão 9 pontos de apoio aos romeiros, sendo o primeiro no posto do Batalhão de Patrulhamento da Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) Entre uma a outra barraca, montadas a intervalos previamente estudados, equipes do BPRv, com o apoio da Guarda Civil Municipal, farão patrulhamento fixo e móvel, para garantir segurança aos romeiros. Quatro ambulâncias, sendo duas UTIs, vão estar disponíveis, sendo uma fixa e três percorrendo o trecho.

Fonte: Pascom Diocese

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários