Avanço da vacinação contra a Covid-19 aumenta expectativa de vendas natalinas do comércio em Campos

Com o crescimento do número de pessoas imunizadas contra a Covid-19, as celebrações de fim de ano prometem mais faturamento para os lojistas, comparado com o mesmo período do ano passado. Em Campos, muitas das lojas já registram um movimento nas vendas de enfeites para o Natal, que é um bom indicador para o setor e do comércio de roupas, calçados, entre outros segmentos. A expectativa da Associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC) é de que seja registrado um aumento de 10% nas vendas se comparado com o mesmo período do ano passado, gerando cerca de 500 novos empregos temporários.

Ainda segundo a ACIC, os setores de entretenimento, vestuários, calçados e eletrodomésticos também vêm registrando um aumento na contratação temporária para atender as festas de fim de ano. O presidente da instituição, Leonardo Castro de Abreu, destaca que muitos dos colaboradores que perderam seu emprego no auge da pandemia, estão tendo a oportunidade de retornar ao mercado. Vale destacar que este funcionário em sua maioria já está qualificado.

O presidente afirma ainda que a regularidade no pagamento dos servidores públicos municipais e estaduais, principais empregadores no município, vão refletir positivamente para aquecer as vendas de Natal. “Outro fator é o pagamento da primeira parcela do 13º salário, cujas empresas têm até o próximo dia 30 para pagar e a segunda parcela no dia 20 de dezembro”, finalizou Leonardo.

O empresário Samuel Sterck, destacou que este ano os decoradores de shopping e comércio começaram mais cedo a ornamentar as lojas, visando atrair o consumidor e despertar o espírito natalino, para fugir da imagem do ano passado, quando o país enfrentava o auge da pandemia da Covid-19. “ Este ano, as pessoas estão procurando superar a crise e antecipando as compras. Ainda não posso identificar um percentual de aumento, mas posso afirmar que já tem uma procura” concluiu Samuel.

NACIONAL– A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) acredita que as vendas de Natal deste ano devem movimentar R$ 34,3 bilhões no comércio varejista, registrando um avanço de 4,3% em relação ao mesmo período do ano passado. A CNC acredita que os varejistas vão recrutar 73,1 mil trabalhadores temporários, registrando um aumento de 10% em relação aos 66,7 mil postos criados em 2020.

Os setores que mais deverão gerar novos empregos, são vestuário, com 48,9 mil vagas, e no de supermercados, 10,4 mil vagas. As duas atividades detêm 42% da força de trabalho do setor e costumam responder por cerca de 60% das vendas natalinas.

Redação Administrator
O Milênio

Comentários