Aulas presenciais retornam em 16 municípios do estado do Rio

Entre os municípios, estão Macaé, São Francisco de Itabapoana, Italva, Miracema, Natividade, Carapebus e outros

Foto: Reuters

As aulas presenciais para as turmas da 3ª série do Ensino Médio, nas modalidades regular, técnico e de Educação de Jovens e Adultos (EJA – Fase IV) serão retomadas nesta segunda-feira (19) em 16 municípios do Estado do Rio de Janeiro, incluindo a capital.

No restante do estado, as atividades pedagógicas serão exclusivamente remotas, por decisão das prefeituras ou por causa da classificação laranja de contágio (risco moderado), como é o caso da região centro-sul fluminense. Mesmo sem aulas presenciais, todas as escolas da rede ficarão abertas para que os estudantes retirem o material didático, além do kit alimentação, informou o governo estadual.

O retorno deve acontecer em 416 escolas estaduais. Juntas, essas unidades somam 63 mil alunos que poderão optar por voltar às aulas presenciais na segunda-feira. Os municípios que aderiram à flexibilização são Carapebus, Casimiro de Abreu, Duque de Caxias, Italva, Itatiaia, Macaé, Mesquita, Miracema, Natividade, Nilópolis, Niterói, Piraí, Rio de Janeiro, São Francisco de Itabapoana, São Pedro da Aldeia e Seropédica.

Entretanto, nos municípios que vão retornar, 24 escolas não iniciarão suas aulas presenciais com as demais, pois suas equipes de direção declararam fazer parte do grupo de risco da covid-19. O Executivo estadual informou que, ao longo da semana, a Secretaria de Educação providenciará uma solução administrativa para a retomada das atividades. 

Todos os estudantes de escolas públicas da rede estadual de educação do Rio de Janeiro serão aprovados em 2020. A decisão foi publicada no último dia 14 pela Secretaria de Estado de Educação no Diário Oficial. Pela resolução, independentemente do resultado obtido pelos estudantes, excepcionalmente este ano, não haverá reprovações. 

Redação
Redação Administrator
O Milênio