25 de julho de 2024 01:29
Logo jornal O Milênio

Arnaldo Jabor morre aos 81 anos após sofrer complicações provocadas por AVC

O jornalista, cineasta e cronista Arnaldo Jabor, de 81 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (15) em São Paulo, vítima de complicações de um acidente vascular cerebral (AVC). Ele estava internado desde o dia 17 de dezembro no Hospital Sírio-Libanês, na região central da cidade.

A ex-mulher de Jabor, Suzana Villa Boas, lamentou a morte do artista. “Jabor virou estrela, meu filho perdeu o pai, e o Brasil perdeu um grande brasileiro”, escreveu. Ele deixa três filhos e quatro netos.

Jabor teve uma carreira memorável, dirigiu sete longas, dois curtas e dois documentários. Destaque para “Toda Nudez Será Castigada”, de 1973, e “Eu sei que vou te amar”, de 1986, indicado à Palma de Ouro de melhor filme do Festival de Cannes. Era colunista de telejornais da TV Globo desde 1991, com comentários no “Jornal Nacional”, “Jornal da Globo”, “Bom Dia Brasil”, “Jornal Hoje”, além do O Globo, “Fantástico” e da Rádio CBN. Além disso, publicou livros como “Pornopolítica”, em 2006, “Amigos Ouvintes”, em 2007, e “O Malabarista”, em 2014.

plugins premium WordPress