Aproximadamente 83% dos pacientes que morreram vítimas da Covid-19 em Campos, tinham comorbidades

Mais de 30% das vítimas que morreram são idosos entre 70 e 79 anos

Uma das maiores preocupações dos órgãos de saúde em relação a Covid-19, é com os pacientes que apresentam outros problemas de saúde. Em Campos, 38 pessoas que morreram em decorrência do coronavírus tinham alguma comorbidade, que é o nome para uma doença que acontece junto de outras, ou como consequência de uma doença principal. A quantidade de pacientes mortos nessa categoria representa aproximadamente 83% do número total de vítimas com mortes provocadas pela Covid-19.

Os dados são da oitava edição do Informe Epidemiológico, divulgado pela prefeitura nesta terça-feira (9) e o levantamento foi feito com base na quantidade de notificações da última sexta-feira (5), quando a cidade tinha 915 casos da doença. Entre o total de óbitos avaliados, 26 (56,0%) eram mulheres; em relação a faixa etária, observa-se que a mais acometida foi entre 70 e 79 anos em ambos os sexos, representando um total de 30,4% de todos os óbitos sob avaliação. Além disso, seis (13,6%) do total de óbitos ocorreram em indivíduos com idade entre 30 e 39 anos.

Em relação às regiões de Campos que registraram casos da Covid-19, o Centro continua com a maior concentração dos casos confirmados: 142, seguido do Jockey, 66; Parque Rosário,  31, Tamandaré, 30, Parque Leopoldina, 29, Turf Clube, 27,  Guarus, 24, Parque Califórnia, 23, Flamboyant e Goitacazes, 21.

Redação
Redação Administrator
O Milênio