Após polêmica e protestos, Câmara de Campos aprova auxílio alimentação do servidor

Câmara de Vereadores de Campos

A Câmara de Vereadores de Campos aprovou o projeto de lei que prevê o pagamento do auxílio alimentação aos servidores públicos da ativa. O projeto enviado pela prefeitura prevê o pagamento em duas faixas: R$ 400 para quem recebe até R$ 3.409,37 e R$ 200 para quem recebe entre R$ 3.409,38 a R$ 4.683,45. O projeto foi aprovado após polêmica e protestos dos servidores nos últimos meses.

O projeto foi aprovado por unanimidade. A proposta dos valores citados foi feita inicialmente pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Campos (Siprosep) para a prefeitura, que depois de muitas análises, resolveu atender o pedido da categoria. Anteriormente, a prefeitura chegou a enviar um projeto de lei com valores escalonados, podendo ser de R$ 200, R$ 300 ou R$ 400, dependendo do salário.

O projeto aprovado foi enviado para que a prefeitura sancione o documento. Durante a sessão, os vereadores disseram que também vão lutar pelo abono dos aposentados e pensionistas, além do reajuste salarial do servidor, que não acontece há sete anos.