Após perder familiares para a Covid-19, artista campista comemora vacinação

Aos 76 anos, Zezé Motta considera que 2020 foi o ano mais difícil da vida dela

Zezé Motta foi vacinada nessa quarta-feira (20) - Foto: Arquivo pessoal

A campista Zezé Motta, de 76 anos, foi vacinada contra a Covid-19 na tarde dessa quarta-feira (20) no Retiro dos Artistas, no Rio de Janeiro. A cantora e atriz, que perdeu familiares para a Covid-19, comemorou após ter sido vacinada.

“O ano 2020 foi o mais difícil da minha existência. Como já contei em algumas entrevistas, em maio deste ano perdi minha mãezinha, sem poder me despedir dela. Perdi um primo e um sobrinho. Quase perdi meu irmão também para a Covid-19. Deixei de fazer o que mais me dá prazer na vida: cantar e atuar. Sobrevivi confinada, sem os aplausos presenciais que foram substituídos por lives. Sobrevivi, graças a Deus! O vírus passou por mim sem sintomas, oro todos os dias pelos que se foram e por seus familiares e amigos. Não vou dizer que estou feliz, não da pra ser feliz testemunhando tanto sofrimento. Uma coisa é certa. Hoje, alívio e gratidão”, disse a artista.

Zezé Motta está isolada desde o início da pandemia do coronavírus. Como foi dito no depoimento da campista, ela perdeu parentes para a Covid-19 e tem usado as redes sociais para pedir conscientização da população para que o isolamento social seja cumprido.

Comentários