Após impasse, hospital de campanha de Campos começa a ser desmontado

O hospital de Campanha de Campos começou a ser desmontado nesta quarta-feira (19). A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) em nota enviada para o jornal O Milênio. A previsão era que a unidade fosse entregue até abril, para aumentar os leitos disponíveis para pacientes com Covid-19 no município.

A SES não divulgou quando acontecerá a conclusão da desmontagem, mas informou como está programado para acontecer essa atividade. “O processo será o mesmo da montagem, ou seja, cada fornecedor irá retirar seus materiais e estruturas locadas, de forma organizada. À Fundação Saúde cabe a coleta dos equipamentos móveis que foram adquiridos pelo contrato e que são patrimônio da SES, o que já está sendo realizado”, diz o comunicado.

No dia 1º de julho, o secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Alex Bousquet, divulgou que o governo não iria mais concluir as obras por entender que houve diminuição no número de novas pessoas infectadas com a Covid-19 no município. Campos já ultrapassou a marca de 3.900 pessoas que já testaram positivo para a doença.

Redação
Redação Administrator
O Milênio