Após aumento de casos de Covid-19, Campos volta para a Fase Amarela

O município estava na Fase Verde desde o dia 24 de setembro. Uma das novas proibições, é o acesso de crianças e idosos aos shoppings

Foto: Tarcísio Nascimento/Prefeitura

Com o aumento de casos de Covid-19 no município de Campos, a prefeitura decidiu retornar para a Fase Amarela, que representa o nível 3, de alerta máximo, do plano de retomada das atividades econômicas e sociais, o “Campos Daqui Para Frente”. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (26). As medidas serão válidas pelo menos até o dia 7 de dezembro e entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (30).

Segundo as novas normas, o acesso de menores de 6 anos e maiores de 60 anos volta a ser proibido nos shoppings. Os restaurantes também não poderão mais permitir a entrada de crianças e está vedado o “take away” após às 23h. A capacidade de atendimento em bancos e salões de beleza deve ser reduzida para 50%. Outra medida tomada é que o acesso à Serra do Itaoca para a prática esportiva volta a ser restrito. O limite de pessoas no local também voltará a ser controlado com emissão de senhas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental no Morro. O funcionamento fica permitido de segunda a sexta e fecha nos feriados. Os eventos religiosos (missas, cultos e afins), não poderão passar das 23 horas e funcionarão com 30% da capacidade, sendo obrigatório manter o distanciamento entre pessoas de, no mínimo, dois metros.

As novas medidas determinam que eventos não poderão acontecer nesta fase, além da não utilização do uso de praças. Fica proibida a permanência de acompanhantes de pacientes maiores de 16 anos nas unidades de saúde pública do Município. (Os pacientes menores de 16 anos, bem como aqueles que considerados absolutamente incapazes, apenas poderão ser acompanhados por um familiar ou responsável legal, que deverá ser previamente identificado nas recepções das unidades de saúde). O expediente externo e o atendimento na prefeitura ficará suspenso até o dia 7 de dezembro de 2020.

No último dia 25, a ocupação leitos públicos (próprios e contratualizados) aptos ao tratamento da covid-19 foi de 70% na UTI e 49% na Clínica Médica. “É necessário que todo cidadão esteja em alerta. A população precisa estar atenta às medidas e orientações para evitar a propagação da doença no município. Não é o momento de sair às ruas sem preocupação. Se precisar sair, use máscara, mantenha o distanciamento e utilize o álcool gel”, orienta a médica infectologista e diretora do departamento de Vigilância em Saúde, Andreya Moreira.

Redação
Redação Administrator
O Milênio

Comentários