Após apreensão de mercadorias, ambulantes protestam em Campos

Os manifestantes afirmaram que precisam trabalhar para sustentar as famílias

Foto: Divulgação

Depois de uma grande apreensão de mercadorias feita na última segunda-feira (5) pela Prefeitura de Campos no Centro, ambulantes fizeram um protesto na manhã desta quarta-feira (7) pedindo que eles sejam liberados para voltarem a trabalhar com as vendas dos produtos.

Cerca de 30 pessoas participaram da manifestação pacífica que chamou a atenção de comerciantes e consumidores que estavam nas lojas do Centro. A prefeitura afirma que esses vendedores trabalham de forma ilegal por trabalharem com a venda de produtos que não têm registro da procedência do material. Entre os objetos apreendidos dos ambulantes, estão roupas, sandálias, brinquedos, entre outros. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro orientou que a prefeitura aumente as fiscalizações.

Durante o protesto, os manifestantes afirmaram que não querem causar incômodo e que querem apenas trabalhar já que estão passando por dificuldades financeiras. “Precisamos trabalhar e continuar com nossas vendas para podermos sustentar nossas famílias. Não fazemos nada de errado. O desemprego está grande e está difícil arrumar um trabalho. Precisamos voltar a vender nas ruas”, disse o vendedor José Carlos Peixoto.

Redação
Redação Administrator
O Milênio