Comércio de Campos espera aumento de 10% nas vendas de Natal

As lojas de Campos já começaram a vender objetos natalinos.

Foto: Divulgação/ACIC

A expectativa das vendas de Natal para este ano é maior do que a do ano passado para o comércio de Campos. A Associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC) acredita que o aumento seja de cerca de 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

– Acredito que fatores como a inflação mais baixa e uma tendência de queda nas taxas de juros contribuem para um momento de confiabilidade na economia brasileira, incentivando empresários a investir em novidade, para atrair a atenção do consumidor. Em Campos, por exemplo, no ano passado a economia ficou retraída já que houve um atraso no pagamento dos servidores públicos do Estado, deixando um clima de incerteza. Quadro bem diferente em relação a este natal, já que estamos observando uma maior procura nas lojas e em contrapartida os empresários estão arrumando as vitrines. Outro ponto positivo é  o pagamento da primeira parcela do 13º até o dia 30 deste mês , estimulando as vendas. A expectativa é de que seja gasto em média R$ 100,00 com os presentes, explicou o presidente da ACIC, Leonardo Abreu.

Com o aumento nas vendas, muitos empresários estão também antecipando as contratações temporárias para as festas de fim de ano. A empresaria Mônica Abreu já contratou quatro funcionários temporários para atender a demanda do seu empreendimento, que trabalha com alimentos. O número de pedidos aumentou em relação ao ano passado, mostrando que  as empresas estão investindo nas reuniões de confraternização, desta forma gerando mais emprego, destacou Mônica.

Para atrair a atenção do consumidores as lojas estão vendendo produtos para a decoração natalina e também disponibilizando de ofertas para atrair o consumidor, com pagamento para daqui há 60 dias ou no cartão de credito. A professora aposentada Rogéria Gomes Pessanha, já começou a fazer as comprinhas para o natal, principalmente para a única neta Maria Eduarda, os filhos, mãe, irmãos, tia e sobrinhos. “A família é grande e como gostamos de nos reunir na noite de Natal, para a tradicional  Ceia, momento de agradecer e  troca de presente, não podemos deixar de comprar uma lembrança e celebrar o nascimento do Menino Jesus”, destacou a professora.