Campos tem maior saldo positivo do Estado na geração de empregos

Nos seis primeiros meses de 2019, o município registrou um total de 13.388 admissões, contra 10.160 demissões.

Foto: O Milênio

Campos vem se destacando na empregabilidade nos últimos meses. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, a cidade segue apresentando números positivos na geração de emprego formal. O primeiro semestre de 2019, já apresenta o maior índice de todo Estado na contratação por carteira assinada.

De janeiro a junho deste ano, de acordo com dados do Cadastro, o município registrou um total de 13.388 admissões, contra 10.160 demissões: saldo positivo de 3.228. Os números mostram que Campos segue na contramão no Estado, que registrou 6.502 demissões. Na segunda colocação em geração de emprego formal está o município de Volta Redonda, com saldo de 1.956 admissões.

Em janeiro, foram 1.791 contratações, contra 1.649 demissões. Em fevereiro, 1.915 contratações e 1.531 demissões. Março 1.856 contratados e 1.734 demitidos. Em abril, 2.541 contratações e 1.761 demissões. Em maio, foram 3.148 contratações, contra 1.806 demissões. E, em junho, 2.137 contratações, contra 1.679 demissões. Agropecuária, áreas de Serviços, juntamente da Indústria de Transformação e Construção Civil, lideram as contratações no município.

O superintendente municipal de Trabalho e Renda, Rogério Matoso, vê o saldo positivo com ainda mais otimismo para o segundo semestre. “Cada vez mais, queremos que a nossa cidade tenha pessoas empregadas. É que a Superintendência, orientada pelo Prefeito Rafael Diniz, busca a qualificação através de cursos, parcerias e implementação de ferramentas tecnológicas. Nos dá muita esperança de que em um futuro próximo, tenhamos mais pessoas contratadas por emprego formal”, disse.