Atletas do Paraesporte de Campos vão entrar com jogadores em partidas da Copa América

O Paraesporte é um projeto esportivo público voltado para pessoas com deficiência.

Foto: Rodrigo Silveira

Dois atletas campistas do Paraesporte — maior projeto esportivo público voltado para pessoas com deficiência do país — vão sentir de perto a emoção de um jogo da Copa América no Brasil, que começa na sexta-feira (14).

Representando o diretório regional Norte e Noroeste Fluminense, Pedro Barbosa Rodrigues e Guilherme Azevedo Miranda, ambos de 10 anos, foram escolhidos pela Olimpíadas Especiais Brasil (OEB) para participarem como player escort, jovens que acompanham jogadores na entrada ao campo. O Paraesporte é desenvolvido pela Prefeitura de Campos, através da Fundação Municipal de Esportes, e atende cerca de mil alunos no município.

Pedro e Guilherme vão entrar com os jogadores no Maracanã, acompanhados pelos atletas parceiros Bernardo Romeiro e Antonio Abreu, respectivamente. O primeiro, participa do jogo entre Peru e Bolívia, no dia 18, Já o segundo, terá a emoção de pisar no gramado do estádio em um dos jogos das quartas de final, no dia 28. A participação dos atletas é uma parceria da Conmebol, empresa Sola e a OEB, que vai levar 20 atletas de todo país.