Após novo protesto em Campos, caminhoneiros desocupam BR-101

Desta vez, o ato durou algumas horas.

Foto: Leitor/O Milênio

Ainda insatisfeitos com o valor do frete e o preço do diesel, caminhoneiros voltaram a protestar na BR-101, em Campos. Diferentemente da manifestação em 2018, quando os serviços de transporte foram paralisados por sete dias, o ato que começou nesse domingo (21) durou apenas algumas horas. Entre a madrugada e o início da manhã desta segunda-feira (22), os manifestantes desocuparam a rodovia.

Alguns profissionais da categoria ocuparam o acostamento e afirmaram que iria haver uma nova paralisação. Cerca de 40 caminhoneiros aderiram a campanha, que durou por cerca de seis horas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A manifestação foi pacífica e não houve registro de tumulto. Os manifestantes disseram que irão se reunir para debater medidas que serão adotadas nos próximos dias.

Neste momento, não há nenhum motorista de caminhão parado na região em que acontecia o protesto. A rodovia não foi obstruída.